As condições ambientais combinadas às condições intrínsecas da produção do papel geram processos de degradação do acervo. Estes processos podem ser eliminados ou reduzidos pelo controle equilibrado do ambiente, levando-se em conta fatores como temperatura, umidade relativa e limpeza. A higienização é a remoção de todas as sujidades e de todos os elementos considerados nocivos aos papéis, é descrita como uma ação mecânica e realizada a seco. Com o auxílio de um aspirador de pó (semi industrial) para limpeza do volume como um todo, principalmente os cortes laterais e superiores ou cabeça do volume, local onde se deposita toda a poeira em suspensão que existe dentro de uma área de guarda de acervo. Aconselha-se a colocação de um tipo de pano, que fará o papel de filtro no bocal do tubo do aspirador, antes da colocação da escova, para evitar a entrada de partículas de papel no equipamento. Com o auxílio do equipamento mesa de higienização e um pincel de pelos macios para a execução do processo de varredura de todas as folhas e capas de volume. O agente de higienização deve estar protegido com óculos protetor, máscara contra poeiras, luvas e avental. Efetuar a limpeza com trincha de pelo macio folha a folha, para retirada de poeira e outros resíduos. Passar a trincha em todo o documento frete e verso, removendo a sujidade superficial com o máximo de cuidado. Retirar todo o material que não faz parte do documento.

Ligue já!

(11) 4978.5455 / (11) 4978.3684 (Grande SP)

(11) 9.6306.1944 (Whatsapp)

(19) 3567.0755 (Interior)

(19) 9.9856.5455 (Interior)

  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Social Icon
Devidamente registrada na Vigilância Sanitária